Pesquisar neste blogue

domingo, 4 de setembro de 2011

Este coraçãozinho


Desde que o meu namoro de longa data terminou (no final do ano passado) com o RN vim a envolver-me com uma pessoa que conheci e me fez sentir novamente capaz e desejada, que podia conquistar alguém e que valia algo (RC) - trouxe a adrenalina que precisa à minha vida. O BF, antes disso, é sempre alguém que me faz sentir muito bem e me é importante, marcou-me e é muito especial! E no início do ano, antes de conhecer o RC, houve um beijo entre nós. Com o RC foi algo muito passageiro e meramente carnal. Passou depressa. 


Reencontrei o NG que foi o meu primeiro grande amor e nunca me será indiferente. Ficámos muito próximos e, no entretanto, conheci o GT. Envolvi-me imenso e afastei-me (tal como ele também se afastou) do NG. No dia antes de poder voltar a casa e ver o NG, o GT beijou-me e fez-me festas ao coração. Quando voltei a ver o NG já não foi a mesma coisa... (talvez porque estava fascinada pela novidade que era o GT, sei lá, não sei...) mesmo assim, beijá-mo-nos mas não me podia decidir por ele porque iria voltar a estar longe. Ele está cá e eu em Lisboa, seria o mesmo da minha relação anterior (com o RN) que é tudo o que eu não queria (nem quero), além de que se me envolvesse (se me envolver) com ele será arrebatador, não sei, ele foi tão especial para mim e marcou-me de tal maneira que não aguentaria estar longe dele... sem ter nada já me faz falta... Enfim. 


A verdade é que me imagino com o GT e ele faz-me muito feliz mas não sei até quando e quanto tempo será assim e se uma relação séria, assumida e de longa data será o que eu quero neste momento. Eu, além de estar sempre cá e lá, ainda vou de ERASMUS no segundo semestre deste ano. A situação piora... 


Mas o que é que eu faço?
Tenho-me esforçado por não perder muito tempo a pensar nisso.
Não sei se isto será "apenas" medo e estar assustada com uma relação que não queria neste momento...ou se não consigo gostar das pessoas da mesma forma que um dia gostei, se já fui magoada ao ponto de não me querer entregar por ter medo de amar de verdade.

3 comentários:

  1. Pelo que tenho lido, talvez o ponto de situação seja mesmo o facto de ainda não estares preparada para uma nova relação (:

    ResponderEliminar
  2. Ohh , não sei o que te dizer... Mas segue o que o teu coração te diz +.+ Fica com quem te sentires melhor , linda :)

    ResponderEliminar
  3. Confesso que com tantas inicias, me perdi um bcadinho, mas deu para perceber uma coisa: não gostas mesmo de nenhum, senão, não estarias tão confusa.
    Não tenhas medo de estar uns tempos sozinha. Vais ver que vai valer a pena.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!