Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Do que me aquece o coração

Ter chegado a casa, num fim de tarde extremamente gelado já, da reunião de voluntários da Paróquia, com o coração cheio, quentinho que só ele, carregadinho de ternura e carinho que recebo de pessoas que me conhecem há pouco mais de dois meses, que me tratam como se me tivessem visto crescer, que me acarinham e receberam de braços abertos na família, que se predispõe a ajudar-me sempre e no que precisar.


São, efectivamente, a família que me adoptou aqui.
São amigos daqueles que espero, com todas as forças, nunca perder "de vista" mesmo que venha a estar longe.
São uns autênticos doces, capazes sempre de me surpreender e alinhar em tudo!
São pessoas boas, como nunca sequer julguei existirem, com corações de ouro.
Não são muitos mas são tão, tão bons.
Tenho muita sorte! 
Vão deixar-me saudade quando tiver de me ir embora em Fevereiro...
Sinto-me uma menina acarinhada por estas pessoas maravilhosas! 

Deus pôs estas pessoas fantásticas no meu caminho em 2011 e eu tenho mais é que agradecer-lhe e fazê-las ficar para sempre na minha vida.


Resultado? Marcaram um lanche no dia do meu aniversário para comemorarmos. Que delícias!

1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!