Pesquisar neste blogue

sábado, 18 de dezembro de 2010

Sinto falta

...dos nossos corpos estendidos no chão estando nós em pleno contacto, em encaixe, quase perfeita harmonia.
Apenas ouvindo o silêncio e desfrutando paralisados um do outro.
Como se morrêssemos de medo de estragar o momento em que repousávamos em nós mesmos e apenas e só nós.
E esse tempo não volta!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!