Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 2 de março de 2011

Cheguei à conclusão

...que sou de extremos.
Completa e absolutamente!
Sou uma pessoa de extremos.

Comigo é ou tudo ou nada.
Para mim não dá para ser pela metade.
É mesmo TUDO, TUDO ou ABSOLUTAMENTE NADA!

God!
Tinha mesmo de ser assim?

Da mesma forma, tanto estou no melhor de mim como na pior de sempre. Tanto quero o mundo como só me apetece passar dias infindáveis fechada no quarto, na fortaleza da minha cama.
Ultimamente tem sido sempre assim, já não me lembro de não o ser.

Dói.
Dói de verdade.


3 comentários:

Muito obrigada pelas tuas palavras!