Pesquisar neste blogue

terça-feira, 15 de março de 2011

À P. e ao F.


Eu invejo-vos.
Não própria e concretamente a vós mas ao que têm.
Não a tudo o que têm a nível material... o facto de viverem no sítio fantástico onde vivem, com as condições e mordomias com que vivem, a casa onde moram, os carros, os sítios que frequentam, as lojas onde podem comprar, a vida desafogada ou algo assim que são todos óptimos motivos de cobiça para quem não o tem ou pode ter. Não é isso que invejo, mas aquilo que vivem um com o outro, o poderem viver um com o outro, partilharem a mesma casa, as mesmas coisas, o ajudarem-se no quotidiano, o saber que se têm e terão sempre um ao outro, até o discutir as coisas mais banais do dia-a-dia! O poderem adormecer e acordar um ao lado do outro ...tudo! O viverem juntos e partilharem essa vida um com o outro e com mais ninguém.
Invejo-vos.
Não no sentido pejorativo e malvado do sentimento ou da palavra, mas olho para vós, para o que têm o privilégio de usufruir sentimentalmente, como algo que tambem desejava (e já tanto desejei). Como um sonho. Vocês vivem o sonho de um grande amor ao viverem um ao lado do outro. Não que seja tudo perfeito e fantástico mas podem vivê-lo, estão juntos!

10.12.2010


Durante tanto tempo quis tanto isto para mim e para o R.
Hoje já não o quero por tudo o que se passou, pelo quanto me magoou o que foi dito e feito. Por mil e uma razões deixei de o querer. Mas foi com ele que o desejei desta forma, com tanta força, com tanto amor e verdade, nunca antes nem com ninguém.

Hoje, acredito que este seja, ainda, o sonho de um grande amor, não deixei de acreditar nisso.
Já não acredito é no amor da mesma forma... Mas sei que o tempo cura tudo e, também isto, ele se encarregará de providenciar.

Mas hoje, já não é isto que quero para mim, o que ali queria.


4 comentários:

  1. pois, nós sonhamos tão alto, e vemos esses sonhos a acontecerem aos outros e dói um bocadinho. não é que não queiramos que os outros sejam felizes, mas por que é que nós também não temos isso?

    **

    ResponderEliminar
  2. uma inveja que nao é inveja mas sim saudades de um passado cada vez mais distante...
    no futuro nada sera igual mas sim melhor...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. São saudades apenas do que sentia e tanto queria para "nós". Era o nosso maior desejo e a minha maior vontade...

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!