Pesquisar neste blogue

terça-feira, 10 de maio de 2011

Peripécias (round 2)


Lembram-se do que falei aqui?
Gostei muito do Arrábida, aquilo é mesmo jeitoso!
Então, acabei por não ir ao Stock Market (quem foi? Gostaram?) porque só depois das 18h estávamos despachadas e para ainda lá ir e aquilo fechar às 20h e, por lá termos ido, termos de ficar no Porto para o dia seguinte, achámos que não valia a pena. 
Assim que a mummy se despachou apanhámos boleia e fomos para ...Viseu!
Não conhecia mas adorei a cidade, do pouco que vi gostei muito e quero lá voltar sem qualquer dúvida. Já chegámos à noite e, depois de arranjarmos estadia,  ficámos até às tantas na conversa com duas pessoas fantásticas de lá que conhecemos. Uma conversa como não me lembro de alguma vez ter tido no Palácio do Gelo!
Depois desse longo convívio fomos descansar finalmente, deitámo-nos já deviam ser 2h e acordámos às 6h. Orientámos a nossa vida e, depois do pequeno almoço tomado e as malas novamente arrumadas apanhámos um autocarro rumo à Covilhã! Estava chuva em Viseu e a caminho também não apanhámos melhor tempo mas na Covilhã esteve o tempo todo. 
Reencontro com amigos de longa data. Um bom almoço, uns bebés irresistíveis, lindos, mesmo queridos com quem passei a maior parte do tempo género miúda da idade deles a fazer figurinhas não muito felizes mas que me deixaram muito feliz. As crianças são verdadeiramente uns amores. Credo! Nem pareço eu a falar com a falta de paciência para aturar putos que tanto me caracterizava! Devem ser eles que são especiais.
Ainda estivemos algum tempo em casa a conversar e tudo mais e fomos às compras antes de voltarmos a seguir viagem, desta vez, rumo a Lisboa para uma segunda feira completamente ocupada. Chegámos por volta das 0h à capital e fomos "descarregar" bagagem. Tratámos de nos despacharmos e saímos. Fomos até ao Bairro e depois à 24 de Julho mas, sendo domingo e já tarde (lá para as 2h) não havia nada e ainda por cima estava imenso frio. Não tínhamos lugar onde ficar e àquela hora ainda andámos à procura de quarto para passar as poucas horas que poderíamos dormir. Fartamo-nos de andar. Já passavam das 4h da manhã quando finalmente conseguimos ir dormir. E que bem que soube aquele sono!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!