Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ás vezes


Só me apetece desatar a chorar e deixar o sorriso que me esforço por manter impecável.
Por vezes canso-me de tentar fazer parecer que está tudo bem. Se calhar também podia permitir-me a uma pausa...

Tenho o mundo que sempre conheci e onde cresci de cabeça para baixo. Completamente virado ao contrário. E só consigo prever um futuro ainda mais destruidor (de tudo aquilo que conheço).

Bem podia escapar de tudo isto se me deixassem de fora dos problemas que NÃO são meus! São os seus problemas, tratem vocês deles, lidem vocês com eles, eu não tenho de os aguentar. Não pensem em "mim" ou em "nós", pensem em resolver o que têm a resolver e seguir com uma vida que seja vossa sem estarem agarrados a uma vida comum. Já não tenho idade para isso... desde há algum tempo que já vivo sozinha, lembra-se?! É em si que tem de pensar e viver, agir, pensar por si mesma. Não faça depender de mais ninguém, nem de mim (mesmo sendo filha)!

Eu tento ser forte, ajudar, apoiar mas não sou nenhuma heroína, não posso lidar com isto tudo, não sou capaz nem acho que tenha de o fazer, por mais egoísta, injusto e ingrato que possa parecer/ser. Não consigo nem quero fazê-lo, já tenho feito bastante em carregar tudo dentro de mim.

Estou cansada...e triste, muito triste.

6 comentários:

  1. não estás a ser egoísta, estás a ser humana, não podes carregar tudo para ti, é demais pedir-nos para sermos fortes quando já temos problemas suficientes.
    Força querida.

    ResponderEliminar
  2. Doi sempre quando exigem demais de nós.
    Doi quando algumas pessoas nos metem em assuntos que não são nossos.
    Doi ainda mais quando fazemos tudo para essas pessoas suprecitadas estarem bem e recebemos ingratidão em troca.

    Mas sabes uma coisa?
    Um dia havemos de ser recompensadas, porque as más acções só ficam mal a quem as pratica.

    Existemn duas soluções:
    Ou se acaba com tudo,
    Ou tem de se arranjar mais força em algum lado.

    Eu geralmente caiu sempre na segunda, o que nunca sei se é a melhor opção.

    Escreves muito bem e identifiquei-me com o teu texto.

    Beijinhos, e sê uma mulher forte ;)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Querida Micaela.
    Não é nada fácil, é preciso arranjar forças onde nem nós sabemos e mantermo-nos de pé.

    Obrigada, beijinhos e volta sempre

    ResponderEliminar
  4. Tem calma querida!! A força às vezes vem de onde menos esperas, mas agarra-te bem! É normal sentires-te a rebentar, mas também é normal em alturas complicadas, a mãe apoiar-se na filha, aquela que vê como a sua própria imagem. Custa, por vezes, é certo, mas damos sempre um empurraozinho para ajudar =)

    Tem calma, que tudo se resolve, e a tua força vai aparecer.

    Um beijinho minha querida =) *

    ResponderEliminar
  5. Obrigada, eu sei q é o que devo fazer e é o que tenho tentado desde sempre mas não é fácil para mim consegui-lo...

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!