Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Curso superior é coisa de rico

(ou de eterno endividado como tendo a tornar-me já que não sou rica)
Bastou um depósito na minha conta (pelo meu pai) para que pudesse, finalmente, poder respirar de alívio. 

Mas este alívio durou pouco, muito pouco, porque rapidamente voltei quase à estaca zero no momento em que saldei algumas (nem sequer foram todas) as dívidas que tenho contraído nestes dias sem dinheiro e paguei algumas inscrições suspensas. Ainda me falta comprar tinteiros e comida e já só tenho 15€ de 130€. Estudar é, sem qualquer dúvida, (só) para os ricos.


6 comentários:

  1. Eu quando estudava também trabalhava . Desde os 14 anos em pastelarias e lojas de roupa. Foi assim que tirei um curso superior de 5 anos sem recorrer a dinheiro dos meus pais. Muito trabalho e muita poupança. Tem de ser...

    ResponderEliminar
  2. Cada vez mais essa situação se confirma como verdadeira. E qualquer dia a saúde também passa só a ser para os ricos.
    Tristeza..

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente é verdade... Espero que corra tudo bem!

    ResponderEliminar
  4. No meu tempo também foi assim, e eu trabalhava e estudava para não ter que pedir dinheiro aos meus pais (não que eles não pudessem ou não quisessem, mas eu é que não queria, sempre tive muito orgulho na minha independência)...
    Hoje com o aumento do custo de vida não sei se conseguia, ou se o fizesse tinha que apertar muito mais o cinto...

    ResponderEliminar
  5. Eu trabalho mas só no Verão ou em coisas esporádicas em que não se faça descontos porque, sendo bolseira, não os posso ter correndo sério (quase certo) risco de perder as ajudas que o Estado me dá. É este o país que temos. Eu não me importava, aliás, gostava de trabalhar em qualquer coisa ao longo do ano, conciliando com a licenciatura mas se o fizer fico sem qualquer ajuda do Estado e, aí, não me compensa trabalhar já que não teria mais bolsa e ficaria só com o ordenado que conseguisse. Não é que a minha bolsa seja um valor muito elevado mas ser bolseira permite-me ter acesso a alojamento por um valor muito mais baixo e só aí já é uma grande ajuda que com um ordenado não conseguiria suportar.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!