Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O meu homem

É tão bom acordar a teu lado, é tão bom poder encostar-me ao teu peito e refugiar-me no teu abraço. É tão bom poder partilhar contigo cada pormenor, cada gesto, cada pequena coisa dum dia-a-dia comum. Sabe tão bem ter-te no coração e estes afagos na alma. Quando os dias nos separam, (felizmente) temos ainda as noites para partilhar.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!