Pesquisar neste blogue

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

A parte não bonita


Há três dias tive uma tremenda crise de choro. A pressão, a preocupação, o medo, os nervos, a ambição e o sentir-me perdida, impotente, incapaz culminaram num desabar emocional do qual ainda não fui capaz de me recompor. Chorei, chorei, solucei, a minha cabeça parecia rebentar, com toda a força da tristeza que me invadiu, chorei e chorei mais ainda até não poder mais. Desde que soube as notas dos dois primeiros exames que não pude deixar de sentir-me mal comigo mesma, desanimada e profundamente triste. Tenho tentado, talvez não tanto quanto devia, manter-me de pé mas sinto que já não tenho forças e que não sou mais capaz. A tristeza tomou conta de mim. Não consigo deixar de me sentir um zero, que não valho nada, não sei o que estou a fazer e que está tudo errado. A minha vontade é fechar-me e chorar até não ter mais forças.

4 comentários:

  1. Acontece que não é o que deves fazer! Eu sei que é mau, eu sei que doi, mas NÃO te quero Assim! Tu sabes SABES o que vales e não são as notas que te vão derrubar!!!! Mauuuuu, mau Maria!!! Chorar sim senhora faz bem, chora tudo, deita cá para fora, MAS depois toca a levantar essa cabecinha e andar em FRENTE! Se voltas a dizer que não vales nada salto pelo computador dentro e levas! Aiiiii! Uns dias sem vir aqui e pregas-me um susto destes?!?!? Mau!
    Vou ficar à espera! ...e entretanto anda cá...dá-me um abraço apertadinho, vai passar meus verdezolhos lindos, vai passar minha doce, sim?!

    jinhooooossssssss (olha que eu volto!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suri querida :')
      Obrigada, os dias hão-de melhorar!
      É como dizes, claro (voz da razão que és), prá frente é que é o caminho. Não está fácil e às vezes faltam as forças para enfrentar o turbilhão que me cai em cima de vez em quando mas pronto. Também é assim que se cresce e aprende.
      Beijnhos e obrigada

      Eliminar
  2. Chorar faz bem, mas tem lá calma. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opah, não está fácil controlar as emoções, mas eu prometo que tento com (muita) força!
      Obrigada e beijinhoooos

      Eliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!