Pesquisar neste blogue

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Estado de alma


Não tem sido nada fácil manter a esperança e motivação todos os dias sem ter nada em concreto, tendo de esperar e estando dependente da vontade e disponibilidade de terceiros. Custa-me muito não ter um plano, objetivos mais concretos do que serão os meus dias. Tenho feito um esforço por ser paciente e manter positiva. Não ter qualquer rendimento nem perspectiva de o ter angustia-me tanto! Vezes sem conta penso em arranjar qualquer coisa, o que quer que seja mas depois lembro-me que tenho de estar disponível para a minha área e para terminar a minha formação, que é o que é prioritário neste momento e, por isso, naquilo em que me tenho de concentrar. 
O meu patrono nem sempre tem disponibilidade para que eu lá vá apesar de já lhe ter pedido para acompanhar mais o seu trabalho e me dar mais coisas para fazer e ele me ter dito que não me preocupasse que isso ele procuraria fazer. Mas até agora ainda não fiz praticamente nada.
Tinha pensado em fazer uma formação paralela à minha área, que seria uma mais-valia e poder-me-ia ajudar num futuro próximo, dando-me mais oportunidades mas ela está dependente de um número mínimo de inscritos e não avança devido a isso. Apesar de implicar um investimento financeiro considerável e neste momento isso não ser o que mais me atrai, nesta altura em que estou mais livre poderia dedicar-me àquilo de outra maneira... Já telefonei várias vezes, já lá fui informar-me mas ficam sempre de contactar-me e nada. Se tiver de ser será, é disso que me tento convencer.
Entretanto tenho procurado ir a conferências e formações exporádicas, gratuitas, para me manter activa tanto quanto possível mas parece que os dias custam a passar e sem rotinas não consigo funcionar muito bem.
Sei que tenho de dar tempo ao tempo, que há coisas que não surgem do nada mas antes exigem paciência e persistência mas a espera parece interminável e receio não estar a fazer o suficiente ou tudo o que poderia.

2 comentários:

  1. As coisas vão-se resolvendo! É natural sentires-te assim mas acho que é isso, esperar, manteres-te disponível para aquilo que é o teu principal objectivo, e se possível ir frequentando esses cursos e conferências que contribuem sempre e adicionam sempre qualquer coisa ao nosso conhecimento. Força!! :)

    ResponderEliminar
  2. ainda não estou nessa fase mas daqui a nada estarei na mesma situação. Assusta-me um bocado a ideia de não ter planos, não ter rotinas de trabalho, mas a vida é mesmo assim: nada cai do céu e é preciso saber esperar!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!