Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Estrelinha iluminada

Passados 21 meses de procura pelo farol de nevoeiro que perdi (continuo a acreditar que mo roubaram) quando bati, finalmente o meu carro recuperou todos os seus "olhos" ontem. 
Depois de uma longa espera e procura, encontrei um substituto. Na marca custava 170€ e não havia maneira de o encontrar em segunda-mão. Ora era porque nem todos os carros daquele modelo tinham faróis de nevoeiro à frente, ora apareciam mas não para aquela versão, ora porque simplesmente não aparecia... Quando já quase tinha desistido lá consegui. Mas só depois de montado e a funcionar acreditei. O melhor é que o consegui por menos de metade do preço do que na marca! 
O modelo que eu tenho foi vendido durante muito pouco tempo pelo que nem sempre é fácil arranjar as peças em segunda mão. Ainda existem muitos carros destes a circular, apesar dos seus treze anos e não são carros de que as pessoas se desfaçam por isso, quase não se encontram certas peças. Ainda mais difíceis de encontrar são peças específicas de uma versão com muitos extras como aquela que tenho - como é o caso dos faróis de nevoeiro dianteiros. 
Ontem estive no "mecânico" (não é bem mecânico mas um curioso engenhocas que se dedicou a este carro em especial, faz preços em conta, recupera e resolve muitas coisas e não leva caro) quase três horas e sai de lá bem mais pobre (110€ a menos) mas também muito mais aliviada porque resolvi algo pendente há mais de um ano e meio e fiz o que queria há já algum tempo, polir os faróis, que já precisavam. Além disso, tinha comprado um farol novo há cerca de um mês e aproveitei para substituir aquele que tinha ficado danificado (estava com silicone mas entrava-lhe humidade) também na altura do acidente. Ficou resolvido e estas pequenas coisas são capazes de nos fazer ganhar o dia.
Assim, finalmente, a minha estrelinha está completamente iluminada. Agora só peço que seja protegida e abençoada na estrada para que mais nenhum azar se nos suceda.


Para breve estão as revisões e mudanças de algumas coisas como travões, pneus, amortecedores, distribuição, etc. Mas terá de ser aos poucos e devagarinho que a minha condição económica, para já, não existe.

2 comentários:

  1. Uma coisa em comum aos carros velhos e às mulheres novas, é que nos estoiram o dinheiro (aos homens lol)

    ResponderEliminar
  2. Oh despesas com carros significa sempre um rombo na carteira!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!