Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Compra e venda em segunda mão

Não fazem ideia do quanto sou fã da compra e venda de artigos em segunda-mão!!! Bendito OLX e afins. Por preços super acessíveis conseguimos comprar artigos que já não são utilizados pelos seus donos (reutilizando e poupando, assim, o ambiente), muitas vezes em perfeito estado e aos quais daremos muito uso.

Por outro lado, também nós podemos desfazer-nos daquelas coisas que já não usamos, que nos ocupam a casa, que não nos servem ou que não gostámos nunca e estão em bom estado. Fazendo negócio, a um preço simpático, podemos contribuir para a vida útil desses artigos, poupar a carteira dos compradores e reaver alguns trocos.


Eu sou super, super fã e nem imaginam a quantidade de coisas que já comprei (e também já vendi algumas) por preços fantásticos e que se tornaram peças que eu adoro!

Eu sempre que preciso de comprar alguma coisa vou procurar nos sites de venda de artigos em segunda mão para saber se há perto de mim algo que me interesse, para ter uma ideia do preço, etc. Se gostar do que encontrar, comparo com o preço de um artigo semelhante novo, em loja e vejo o que mais compensa. Além disso, podemos sempre ir buscar pessoalmente, experimentar, se for o caso, negociar o preço...enfim, uma série de boas opções.
É claro que também há muitos vendedores que pedem um preço demasiado alto para o artigo que estão a vender, há compradores que deixam de responder e artigos que não valem a pena mas é uma questão de procurar porque se fazem muito bons achados.
Há muitas coisas que não conseguimos comprar nas lojas, devido ao preço ou ao timming e que depois podemos encontrar à venda através da internet, permitindo-nos ter coisas que não poderíamos ter de outra forma e, ao mesmo tempo, que não são utilizadas por quem as tem. O encontro de vontades é perfeito.

É claro que sei perfeitamente que há muito boa gente que tem pruridos em relação à reutilização do que quer que seja, que não aceita nada que tenha tido outro dono e tudo mais mas da mesma forma que eu respeito a sua forma de estar, só espero que não julguem a minha. Afinal, não me faz sentido nenhum não ficar com um artigo (seja dado ou comprado a baixo custo) porque já foi de outra pessoa, se estiver em bom estado e se servir as minhas necessidades. Está é muito bom para mim já que por muito menos do que ele é vendido eu o posso ter pois ao preço das lojas não posso pagar (nem me faz qualquer sentido que o faça se posso ter igual mas mais barato). Afinal, é um autêntico desafio sobreviver com pouco dinheiro nos dias que correm se não for andando à caça de promoções, saldos e bons preços (mesmo de artigos em segunda mão).

Por aí, já se renderam ou ainda são reticentes?

1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!