Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Dramas de uma noiva #1


Estou capaz de arrancar cabelos com a pesquisa de locais para a festa do nosso casamento. Além de existirem poucos locais para escolha, muitos são eliminados automaticamente devido ao preço exorbitante e os que restam têm sempre um senão pelo menos. Ou é o menu que não nos convence, ou é o espaço que não nos agrada, ou é a hora limite de término da festa (a maioria exige que termine até às 2h no máximo, o que para mim não faz qualquer sentido)! Depois há o facto de só se poder entrar no local a partir de certa hora e ter de estar toda a gente de lá para fora a determinado momento. Isso irrita-me profundamente. Apercebo-me que estou muito limitada na minha escolha, que não estou a conseguir encontrar aquilo que pretendemos e que nos pedem imenso dinheiro por tão pouca oferta. 

5 comentários:

  1. Como eu te compreendo!
    Sabes o que é que uma grande amiga minha me disse perante as minhas indecisões quando lhe dizia que queria ver mais e mais espaços para ter a certeza?
    "Tu também não precisaste de experimentar todos os homens para teres a certeza, pois não? A decisão mais importante é que te queres casar com ele, o resto são detalhes."
    E ela até tem razão. Só que são detalhes que custam um dinheirão!
    Bem, boa sorte!

    ResponderEliminar
  2. Mas quanto mais tempo deixares passar mais limitada ficas.

    ResponderEliminar
  3. Não pares de procurar o lugar ideal, ele vai aparecer :))

    ResponderEliminar
  4. Realmente .. mas calma que algum sitio irás encontrar :)

    ResponderEliminar
  5. Procura em fóruns relatos de outras noivas sobre quintas/restaurantes na zona que queres casar e tenta saber à partida os preços, assim não perdes muito tempo a ver espaços que não se encaixam no orçamento e não ficas baralhada com tanta visita, quanto mais se vê, mais baralhada se fica.
    Uma chamada de atenção, pelo que tenho visto nos últimos casamentos, assim que há o corte do bolo (por volta da meia noite) o pessoal começa a ir-se embora, o casamento acaba! No meu isso não aconteceu e felizmente a quinta não impunha limites de horário, mas acho que a tendência é esta, corte do bolo = fim, por isso pondera se vale a pena excluir uma quinta com base no horário.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!