Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Dor de alma - a prova de fogo

Sabem aquele exame? Pois que não me correu muito bem. E dele depende muita coisa na minha situação profissional e, por consequência, pessoal...
 

O mais estranho é que, apesar de toda a pressão que o exame trazia consigo, eu estava de alguma forma inexplicável, tranquila e confiante com o mesmo. Mas quando dei de caras com os exames atrapalhei-me, deixei coisas por responder, perdi-me no tempo disponível e não fiz tudo o que podia, não fui capaz. Sai de lá de rastos, aliás, ainda me custa falar do assunto porque me sinto uma inútil. Será que estava confiante demais!? Mas, no meu interior, eu não acho isso. Sabia perfeitamente a dificuldade do que me esperava mas também sei que me preparei como me foi possível. Senti-me muito perdida e não sei sequer o que pensar. Quando souber os resultados, o que farei!? Não sei o que esperar sequer, só queria passar àquilo, é tudo o que eu queria...
No final do dia senti-me arrasada e fiz o caminho para casa a chorar de cara lavada, como se o mundo estivesse a desabar em cima dos meus ombros. É difícil explicar mas custa tanto sentir que não somos capazes, que não fomos suficientemente bons, que não conseguimos chegar onde queremos... Eu sei que depende de nós mas por vezes parece que todo o esforço, empenho e trabalho se esfumam por entre os nossos dedos e as nossas mãos ficam despidas, agarradas ao vazio.
Deus queira que eu consiga superar isto porque eu não sei o que fazer, se estou no caminho certo, se este é um sinal para mudar o meu rumo, se é um castigo por não me aplicar mais, eu não sei...

5 comentários:

  1. Tem fé... por vezes o resultado é melhor que aquele que esperamos.

    Durante o meu percurso académico houve coisas que corram menos bem, como acontece com todos, mas sempre procurei pensar que se fiz o melhor que pude e sabia, se me esforcei, e mesmo assim correu mal, é porque tinha que ser.

    Espero que encontres a tua paz!
    Já não depende de ti.

    Beijinho**

    ResponderEliminar
  2. Desejo-te muita força para encarar o que aí vem, seja bom ou mau. Mas sinceramente pressinto que será melhor do que julgas. Acho que estás a ser demasiado dura contigo. Se te empenhaste agora só resta ter calma e aguardar. Nem tudo está nas nossas mãos, há muita coisa que escapa do nosso controlo.

    ps: desculpa a indiscrição, mas estavas a falar dos exames da OA? :)
    É que uma leitura atenta do texto faz MESMO lembrar esses exames

    ResponderEliminar
  3. Antes de mais espero que tenha corrido melhor do que aquilo que te pareceu: por vezes acontece! ;) Um grande beijinho... e estou a torcer por ti e para que tudo dê certo! ;)

    ResponderEliminar
  4. Logo vi. Sim, sei :)
    Agregação? :)

    ResponderEliminar
  5. Tem calma que o resultado ainda não o sabes. Força :)

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!