Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Estamos em casa e mortas


A minha querida (amiga/colega de quarto durante esta semana cá em casa) já dorme na cama ao meu lado, está exausta.
Hoje viajámos cedo, ontem deitámo-nos tarde e andámos o dia todo de hoje a passear para levá-la a conhecer... Oh! Fartámo-nos de passear. Saímos por volta da hora de almoço (almoçámos fora) e só voltámos para jantar.

Amanhã temos um dia mais calminho espero eu (são os planos) para que possamos aproveitar, depois de recuperar forças esta noite (e amanhã de manhã) para o resto da semana ser bem aproveitado.


Ontem fui passear com o G. Esteve a ajudar-me no resto das arrumações de fim de ano e só depois da hora de almoço nos despachámos. Despedi-me da "casa" de aulas e fomos almoçar fora, aproveitámos e fizemos algumas compras de saldos (só comprei coisas para oferecer e não trouxe nada para mim) e passeámos pela praia, comemos gelados artesanais bem bons e o típico pão com chouriço.
Depois ele deixou-me com ela (com quem fiquei até hoje como viajávamos juntas) e foi para o jantar de aniversário de uma amiga nossa, ao qual eu não fui por ficar em casa da minha amiga a dormir e viajar cedo. Mal nos despedimos, não lido muito bem com isso, pelo menos com ele ainda não. Ele deixou-me, ajudou-me com malas e isso fomo-nos embora. Depois do jantar, já passava das 0h veio dar-me um beijinho antes de ir para casa, tivemos muito pouco tempo mas foi bom. Eu por mim só queria ficar quieta, bem juntinho a ele, a apertá-lo contra mim e a desejar que o tempo parasse e eu pudesse lá ficar só a apreciar aquele momento...
A verdade é que a partir de certa altura do dia já nem conseguia estar "plenamente" com ele, já sabia que nos tínhamos de separar e ficaremos alguns tempos sem nem nos vermos e só eu sei como me irá custar, nem quero pensar muito nisso (tenho tentado!).


Na sexta, como era a última noite em que estávamos juntos fomos sair e tentar aproveitar mas eu estava muito cansada. Jantámos por casa e saímos até Santos a um bar simpático e calmo. Estivemos lá a conversar, passeámos, fomos até ao miradouro de São Pedro de Alcântara, que estava cheio, sentámo-nos e estivemos algum tempo a conversar ou simplesmente a desfrutar da companhia um do outro até que acabámos por nos render e vir para casa. Isto, claro, nunca antes das 3/4h da manhã por isso estão a imaginar...
Ele passou a noite perto de mim e no dia seguinte (sábado) de manhã já estava comigo em menos de 10minutos e esteve a ajudar-me, já na sexta o tinha feito durante a tarde e à noite, demorei imenso, fiquei sem tempo nenhum na sexta e no sábado ainda levou algumas horas novamente. Mas agora já está tudo.
Sinto tanto a falta dele... oh! E ainda o vi há 24h atrás!
Sabe sempre a tão pouco quando toca a estar com ele...quero sempre mais, fico sempre a desejar poder ficar mais tempo, a querer apenas abraçá-lo e ficar no seu quentinho...


Que o tempo passe depressa e mo traga bem rápido para os meus braços, que é o lugar dele.

2 comentários:

  1. Ai.. Fiquei com as lagrimas nos olhos =/

    Vais ver que o tempo passa rapido. Assim vais poder estar com ele. =)

    ResponderEliminar
  2. Há novidades no blog onde vendo roupa: http://getoutofmywardrobe.blogspot.com/

    Espreita :)
    Se gostares e quiseres comprar contacta-me através do email: aoestilosarah@gmail.com

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!