Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

O tal...

Para que fui eu falar no "amor"? Ainda há instantes tinha-vos confessado que tenho receio e algumas reservas em dizê-lo... 


E ele disse-me que me AMAVA!
Sim, escreveu-me para me dizer "amo-te".

Eu disse-lhe a verdade, que não lhe podia dizer o mesmo porque não o amava (ainda).
Que poderia fazer? É o que (não) sinto !
Não estava nada à espera e surpreendeu-me.
Fiquei muito feliz mas sem saber como reagir, o que fazer ou dizer...
Alegra-me saber que é algo a sério assim para ele e que me quer mesmo bem, pra valer e quero muito que venha a acontecer o mesmo comigo, gosto tanto dele...


2 comentários:

  1. weeeeeeeeeeeee :D:D:D:D

    Fiquei mesmo contente :D
    FELICIDADES :D

    ResponderEliminar
  2. a sinceridade é a melhor resposta. :)
    fico feliz por ser uma coisa séria e que ele goste de ti. quando comecei a namorar, tanto eu como ele não nos amavamos, o amor nasceu depois.

    bjokas

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!