Pesquisar neste blogue

domingo, 2 de outubro de 2011

Hard to let go

Ontem passámos, novamente, o fim de tarde juntos até de madrugada juntos.
Voltei para casa às 2h quase quando era suposto vir cedo - mas foi por causa do filme que vimos por acaso.
Jantámos juntos embora cada um com a sua comida.
Depois fomos passear pelas docas cheias de vida e gente.
Fomos até casa dele beber chá de maçã e canela e acabámos a noite a ver "O rapaz do pijama às riscas" que adoro apesar de muito triste. Os nazis foram mesmo uns animais!
Durante horas estive com a cabeça no seu colo - quieta e calada - enquanto ele me afagava a cabeça e passeava os seus dedos pelo meu cabelo - e que delícia, é o que me acalma. 


Hoje vimo-nos de manhã, começamos o dia juntos e só nos voltamos a ver logo à noite, provavelmente. 
Ele veio cá ter quando eu acordei e tomámos pequeno almoço juntos. Depois ficámos novamente quietos num abraço tão quente que aquece a alma. Sinto-me bem a seu lado embora haja um permanente medo de magoá-lo ainda mais... Temo estar a cometer o maior erro de sempre ao alimentar esta relação que não será de mera amizade mas que é o que me tem dado apoio e alguma serenidade.


Logo à noite tenho uma festa de aniversário e depois venho embora cedo, gostava de estar ainda com ele novamente.
Até lá estou por minha conta e tenho muito que estudar e organizar.
Está cá uma brasa em Lisboa! Bolas, na praia é que se deve estar bem...! Quem puder que aproveite! 


Tenham um bom domingo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!