domingo, 13 de novembro de 2011

Nunca vi/ouvi nada assim.

Esta madrugada acordei com o roncar dos céus. Não me faz confusão nenhuma os dias de chuva e trovoada, principalmente se estiver em casa. Mas era tamanha tempestade que me fez levantar da cama às 5h da manhã. Nem sei como não houve estragos mais significativos. Era vento muito forte, chuva intensa (parecia capaz de perfurar as superfícies onde caísse) e relâmpagos que criavam clarões como se fosse dia. Temi por quem estivesse nas ruas. Parecia que o céu vinha cá pra abaixo tal era a força da trovoada. Credo! Nunca vi/ouvi nada assim. Choveu granizo/pedras de gelo e tudo. Dava a sensação que levava tudo à sua frente com toda aquela força. Encolhi-me debaixo dos lençóis e cobertores e desejei não estar sozinha, a mim (que não me faz qualquer impressão), quase me deu medo. A mãe natureza passou-se, estava completamente descontrolada. O dia está escuro como breu hoje...não deve tardar a vir mais uma dose semelhante.

1 comentário:

  1. e não acaba por aqui, amanhã vai estar igual ou pior... eu tentei adormecer rápido para não ouvir o vento, mete-me muito medo

    ResponderEliminar

Obrigada pelas tuas palavras!

Maio, Fim-de-semana e (não) Férias

Maio tem sido moroso e trabalhoso e talvez por isso tem custado a passar... uns dias escapam-se mas no fim de contas o fim do mês parece qu...