Pesquisar neste blogue

sábado, 19 de novembro de 2011

Podemos recuar no tempo?

Confesso que uma saudade me chegou pelo espírito e posou nos meus ombros cobrindo-me as costas. Estremecendo-me, fez-me soltar lágrimas espontâneas.

Senti falta de poder falar-te dos meus medos, confessar-te as minhas mágoas, ouvir-te desabafar, sentir esse teu mundo fechado sobre si mesmo abrir-se nas palavras, nas confidências, nas declarações inesperadas, sentir-me segura nos teus braços, no calor do teu corpo, na proximidade que surgiu em nós.

Não queria ter-te aqui apenas como nos dias em que cá estiveste.
Queria repetir aquelas noites em que podia chorar no teu porto seguro, secavas-me as lágrimas, afagavas-me o rosto e me abraçavas e aconchegavas ao teu peito. Só queria poder adormecer encostada ao teu coração e sentir os teus braços rodearem-me, pele na pele. Só saber que podia ali ficar, sossegada. Adormecia tão serena e tão confortável debaixo daqueles lençóis partilhados pelo calor dos nossos corpos.


Senti isso nos teus braços, senti.
Sinto a falta dessa sensação.
Podemos recuar agora mesmo para aquelas primeiras noites juntos?
Tenho saudades daquele F... do que ele me fez sentir e provocou.


GOD! I miss those nights.

1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!