Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Meio ano

O fim dos outros será sempre o nosso meio.

"Hoje fazemos meio ano de namoro e eu não podia estar mais feliz por estar a teu lado. Há um ano atrás não acreditava no amor e não conseguia compreender por que Deus tinha posto no meu caminho um anjo como tu, apaixonado e que eu não era capaz de corresponder. Dia após dia, gesto após gesto, mês após mês, tu provaste-me que existe amor de verdade, que existem homens bons neste mundo e que se pode ser feliz a dois. Mostraste-me como é bonito (o mais bonito do mundo) amar e ser amado e ensinaste-me que não tem de haver dor ou sofrimento no amor, só calma, compreensão, sossego, ajuda e alegria. Provaste que eu valia a pena ao demonstrares que eras capaz de lutar por mim, apesar de tudo. Não podias ter escolhido melhor até na data em que me pediste em namoro (para nem falar na forma e local): 
  • um mês depois de comemorarmos um ano desde o nosso primeiro beijo (não sendo no mesmo dia, comemoraremos sempre as duas coisas distintas, que é o que me faz sentido); 
  • ainda assim é no dia que tanto significado tem para nós (28);
  • um mês depois, nem antes nem mais tarde, ideal na minha opinião;
  • a meio do ano, podemos comemorar algo tão importante quando nenhum de nós faz anos ou é uma data comemorativa generalizada;
  • no (fim do) mês do teu aniversário;
  • depois do Natal, no mês de Dezembro, iremos sempre contar meio ano, que é algo delicioso, quanto a mim.

Amo-te, tanto e cada dia mais um bocadinho e mal posso esperar por voltar aos teus braços (já falta pouco)!"

1 comentário:

  1. Só podem estar de parabéns pelo amor;) tudo de bom minha querida e que se mantenham sempre assim, unidos!
    Beijinho

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!