Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Corrijam-me se estiver enganada




Não são os filhos que escolhem a mãe ou o pai, são os pais que escolhem os seus problemas (ou a relação que têm/tiveram) em detrimento dos filhos.
É o pai ou a mãe que escolhe olhar só para o seu próprio umbigo ou, apesar de tudo, olhar pelos e para os filhos que nada têm a ver com os problemas de uma relação pessoal (a deles).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!