Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

The GIVER

Fomos ao cinema na sexta à noite. Não sabíamos muito bem o que ver, só sabíamos que queríamos ir ao cinema. Então, assim que nos despachámos do toucador e de ir pôr uns documentos meus ao correio (para mandar para a minha irmã), fomos para o centro comercial mais próximo. Parámos em frente à bilheteira de olhos colados nos filmes em exibição. 

Primeiro, queríamos ver os "Mercenários", mas lá não estavam, "Num outro tom" também nos pareceu interessante mas faltavam quase duas horas e repensámos. Também nos lembrámos dos Maias, mas queríamos algo mais ligeiro para final de uma semana cheia. Pelas horas que mais jeito nos davam, acabámos por decidir o filme, um pouco a medo mas com a certeza de comentários favoráveis, fomos ver "THE GIVER". 


O "Dador de memórias" obriga-nos a entrar numa dimensão completamente diferente. É inspirado num livro mas eu confesso que não conhecia. Passa-se no futuro mas não é um futuro qualquer. É um mundo completamente filtrado, em que não há contacto com o passado e no qual vivem todos iguais, numa comunidade que aniquilou as emoções como forma de proteção e erradicação de qualquer tipo de conflitos. Não há música, não há desordem, não há amor, não há imprecisão de linguagem sequer.

Parece muito estranho mas acreditem que dá que pensar e deixamo-nos levar pelo enredo. O filme está muito bem conseguido, tem um elenco de luxo e a história, por mais estranha que possa parecer, é quase real e de certeza que já nos passou pela cabeça que, o que lá contam, podia ser uma forma de evitar tanta dor que a humanidade suporta e causa. É um filme emocionante, volto a repetir, que dá que pensar, faz-nos repensar as coisas e a nossa organização. Não deixem de ir ver!

2 comentários:

  1. Optima dica. Será esse o proximo filme :)

    Portuguese Girl with American Dreams
    http://fromportugaltonyc.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Já tinha ouvido falar muito bem deste filme e agora fiquei ainda mais curiosa.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!