Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Neura de dona de casa?


Desde que viemos cá para casa que já aconteceu de tudo um pouco. Para nós esta mudança foi mesmo muito importante. Para além de ser a partir daí que moramos juntos, a casa tem muito do que queríamos e precisávamos e por isso, como o preço a que está a arrendar o G. podia suportar, foi a nossa rampa de lançamento para uns próximos anos (esperemos) felizes e satisfeitos. Mas, como é óbvio, o prédio e o apartamento em si são antigos e este último foi muito mal tratado pelos antigos inquilinos pelo que já nos tem acontecido de tudo um pouco.

Desde ficarmos semanas sem água quente porque o esquentador tinha sido mal instalado, passando por ter-nos entrado água dentro de um quarto (pelo tecto) porque havia uma fenda da fachada/telhado do prédio, sem faltar semanas e semanas sem estore porque simplesmente se despedaçou e começou a cair (porque são antigos demais já), com torneiras que não fechavam bem e nos faziam desperdiçar (e pagar) muito mais água que a consumida e portas que tinham fechaduras partidas (ficávamos sempre com o puxador na mão quando as tentássemos fechar)...enfim! Há para todos os (des)gostos. 

De cada vez que uma destas coisas acontecem temos de ligar ao responsável pelo arrendamento da casa para que ele fale com o senhorio e nos diga se a equipa de consertos que trabalha para eles pode ir lá. Depois temos de esperar que o senhor dos arranjos se digne a aparecer, quando e como quer. 
Desde que as coisas sejam arranjadas por mim não há problema, a questão é que colocam sempre entraves, inventam sempre problemas: ou porque "as coisas não são novas", ou porque "não conseguem lá ir", ou porque "têm de ter mais alguma coisa para ir fazer ao prédio para poderem ir a nossa casa", ou porque "não podem mudar as coisas da nossa casa e não mudar as das outras casas"...

Bem, isto tudo para dizer que ontem, depois de um jantar muito agradável com a minha afilhada e a família cá em casa, em que tudo correu bem, o lavatório da cozinha cedeu. Sim, leram bem. O lavatório está colocado num armário de cozinha que estava apoiado num barrote de madeira, que cedeu e, por isso, o móvel todo, incluindo a pia, cederam. 

A sério?! Eu tinha quase a louça toda por lavar e fiz questão de lavar tudo o mais depressa que consegui para não correr o risco de ficar com aquilo tudo em cacos. Depois tive de tirar TUDO de cima do lavatório e parte do escorredor. Estão a ver?

Eu juro que tento mas há alturas em que só me apetece esganar alguém e começo a disparatar. Opah! Não dá para aguentar tanta tensão! É uma coisa atrás da outra, quando pensamos que finalmente temos as coisas em ordem porque finalmente vieram arranjar o que estava há semanas à espera de conserto, eis que surge mais uma coisa (muitas vezes umas piores que as outras). Ninguém merece. E o pior é que com certeza acham que nós queremos é que cá venham a casa, porque gostamos ou sei lá o quê pois têm uma atitude de quem está farto de lá ir e que nós só "chateamos". Mas nós é que somos os verdadeiros incomodados com isto. 

Cá em casa, não tem passado uma ou duas semanas que não tenhamos de os chamar. Mas não é por gosto, é mesmo por necessidade. E o que me atormenta agora é mesmo não saber quanto tempo levarão a resolver este problema, isto se o resolverem!

Isto dá cabo de mim, não consigo evitar. Ter tudo constantemente inseguro, corroí-me por dentro! Tenho de estar sempre à espera que algo de mal aconteça, por mais que o não deseje, só porque já sei que tenho de estar preparada, porque tudo acontece.

2 comentários:

  1. Xiii! Mau mesmo. Espero que tudo se resolva rapidamente senão entretanto têm de considerar mudar de casa. :)

    ResponderEliminar
  2. acho que deviam ter visto bem a casa, são situações muito muito chatas. boa sorte!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!