Pesquisar neste blogue

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Dias


Há dias em que carregamos um peso inconsciente e interior inexplicável. Há dias em que só queremos hibernar e não ser incomodado. Estar só e sossegado. Há dias em que bem podia o mundo desabar porque o nosso já está mesmo suspenso. Há dias em que o que sentimos ou desejamos não tem sentido nem razão de ser. Há dias...que bem podiam não contar como tal.

1 comentário:

  1. Há dias em que as coisas desceram tão baixo, que a tendência é para melhorar. :)

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!