Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Os problemas que encontram solução

Frequentemente me angustio, me preocupo e entristeço porque me deparo com dificuldades que não sei como contornar, porque as injustiças às vezes são tão grandes que não as podemos compreender e porque nem sempre somos tão capazes como gostaríamos. Sei que sofro muito por antecipação e que muitas vezes é inútil martirizar-me interiormente mas é inevitável e torna-se uma constante preocupação com a qual tenho de lidar diariamente. Passo alturas péssimas nesse sentido, em que me sinto tão triste por vezes que a minha única reacção é chorar de angústia. Mas tenho de admitir também que não raras vezes, me apercebo de como o mundo é perfeito e tem de haver um universo que nós desconhecemos que opera muito para além de nós. Porque quase sempre depois de uma angústia chega um afago, quase sempre depois de um tormento conseguimos uma solução e tudo se ameniza. É verdade que a luta é constante, que os desafios e as provações se sucedem, uns atrás dos outros. Mas se estivermos atentos também percebemos que não são só preocupações, que as nossas angústias acalmam e que as nossas preces muitas vezes são ouvidas pois tudo acaba por se compor de uma forma ou de outra, mais tarde ou mais cedo. Na nossa vida tem sido assim, acaba sempre por surgir uma solução para um grande problema (afinal todos se agigantam, ainda mais quando se acumulam e nos sentimos impotentes perante eles). Nem sempre é fácil mas é real: acreditar que as coisas irão mudar, que tudo se resolverá da melhor forma e aguardar pelo melhor, é o que devemos fazer. Afinal, a fé pode mudar a nossa vida. Por isso: acreditemos!


Por tudo isto, eu só posso, apesar de tudo, estar muito grata.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!