Pesquisar neste blogue

terça-feira, 4 de abril de 2017

Adeus, tia.


Há uma semana morreu uma tia minha. Não posso dizer que fosse uma pessoa muito próxima porque a nossa relação nunca foi muito frequente mas a notícia caiu que nem uma bomba. Não há como esperar estas coisas mas é uma tal situação que até custa a acreditar. Até parece mentira! A minha tia tinha pouca diferença de idade dos meus pais, deixou o marido e o filho (mais velho que eu) destroçados. Ninguém está preparado para uma perda destas. E eu, ainda que com algum distanciamento, confesso que o que mais me custa é convencer-me de que aconteceu mesmo. Deve ser uma dor sem igual, nem posso imaginar... 
Quando se perde alguém tão próximo (como uma mãe, para o meu primo ou uma esposa, para o meu tio), acredito que o que mais cause dor seja a falta que a pessoa nos faz e a solidão que pode criar-se, por isso, à nossa volta. Que Deus lhe dê paz e descanso eterno e muita força aos que ficaram, para enfrentarem uma vida sem ela. 

3 comentários:

  1. Ola mi amore ... vim te convidar para conhecer meu novo blog .... (Um Café )

    Conheça meu cantinho e me siga la ok ,se asssim vc desejar ... estarei aki seguindo vc tbm ... bjinhos com carinho ... tenha uma linda semana .... bjs Nana

    ResponderEliminar
  2. Nem quero imaginar o que será passar por isso, principalmente uma mãe. Não existem atos nem palavras que confortem.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!