Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sonhos e esperanças infundadas apenas resultam numa mão cheia ...de nada.
Ou melhor, dores de cabeça, decepção, sentimentos perdidos e desilusão.
Simplesmente porque insisti em não ver o que estava mesmo por baixo do meu nariz, à vista de qualquer um que tivesse olhos na cara.

Não prestei atenção ao que me diziam quem realmente se importava e gostava de mim e bati tanto mas tanto com a cabeça na parede que agora já nada de bom restou impune.

Eu desisto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!