Pesquisar neste blogue

terça-feira, 3 de maio de 2011

Dilemas... indecisões


Acho que estou a ficar "sêca" (verbo "secar").
Depois de tantas negras, empurrões e dores de alma deve ser normal ter chegado a este ponto. Já não sou capaz de sentir como senti um dia... Sabem, aquele friozinho no estômago? Eu costumava ser daquelas que facilmente ficava rendida, completamente caidinha por quem me desse um mínimo de atenção e me dissesse umas coisas bonitas ou tivesse gestos mais carinhosos. Mas a vida ensina a todos e todos os que passam pela nossa vida deixam a marca daquilo que nos fazem. Já passei por muito e já muita gente me magoou de tal forma que hoje devo ter uma espécie de protecção para tentar evitar isso. É espontâneo, impensado... não tenho como não o fazer. No fundo, é provável que seja apenas um medo enorme de voltar a sofrer e magoar-me e assim vai custar menos, vai ser mais difícil dar-me mal. 
Mas faz-me impressão hoje não sentir nada, ser capaz de estar com alguém, terem atitudes ou gestos ou palavras lindos, românticos e encantadores e mesmo assim não sentir absolutamente nada. Nada! Ao mesmo tempo receio deixar-me envolver por um amor/paixão distante que hoje ganha outra forma, outra força e importância, alguém que estou a deixar entrara na minha vida a cada dia mais, que está a ganhar aos poucos um lugar tão especial no meu coração!
Mas tenho medo de estar novamente a alimentar ilusões, a criar expectativas infundadas, em vão para depois me desiludir, investir a fundo perdido. Para, mais uma vez, não valer ou servir de nada.

6 comentários:

  1. ahahah somos mesmo da mesma família =) andei eu a deambular pelo meu blogue sobre sentimentos e depois como já é hábito dei um pulinho aqui para saber de ti! E lá antes tu a deambular sobre sentimentos tbm, enfim vai com calma priminha!
    Sabes á pessoas que nos marcam e que nos achamos que mais ninguem irá conseguir ter aquele lugar que foi deixado por aquela pessoa! E temos tanto medo de nos dar a alguem outra vez que ficamos como dizes SECA ! Mas deixa andar tem calma tudo passa, tudo ganha outras formas e haverá sempre uma luzinha ao fundo do tunel!

    ResponderEliminar
  2. Olá D.

    Já tantas vezes senti-me assim, no fundo, e depois de tanto "macacar", a única solução e única conclusão acertada que cheguei, é que ainda estava muito apaixonada pela pessoa com quem tinha estado antes, ou seja o meu ex namorado, que tal como a ti me magoou e deitou tudo a perder!

    é complicado, vê bem senão poderá ser como eu, e estás apenas iludida agora...

    ResponderEliminar
  3. Também me acontece isso... estar com alguém e não sentir absolutamente nada... Já nem sei o que é a sensação do coração a querer saltar do peito...

    @Hanna

    ResponderEliminar
  4. pois, pelo o que entendi estavas a falar do N.!
    E eu ano me referia ao A no meu texto =)

    ResponderEliminar
  5. falando de outras coisas, que achas do meu blogue em crescimento ? Que aconselhas e o que devo mudar? :S

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!