Pesquisar neste blogue

sábado, 11 de junho de 2011

Afinal não foi bem assim...


O jantar não aconteceu, ele teve de jantar com os colegas mas estivemos cá em casa até às 20h quase... Ele foi jantar, eu tomei banho e vesti-me e às 21.30h veio buscar-me e seguimos para lá. Ainda passeámos por lá antes de começar a gala... Fiquei sozinha o tempo quase todo porque ele teve de ir preparar-se com o grupo e depois actuou. Desiludiu-me muito o sistema de som porque era um bocado mau e não fez justiça ao valor que eles têm.
Depois saímos logo de lá e viemo-nos embora. fomos até a praia, a noite estava linda, com uma lua "cheia" de luz que estava baixinha mudando de cor ao passar das horas tempo... Parámos numa rulote óptima e comemos um cachorro e um hambúrguer na praia embrulhados na sua capa, conversámos.
Foi o primeiro dia em que me senti mal estando com ele... estive só muito tempo, embora já devesse contar com isso, ele estava estranho e custou-me. A certa altura estavamos sempre a chocar um com o outro ligeiramente e não estou habituada a tal.
Não me senti bem naquele ambiente que ele criou para mim naquela festa e senti-me de parte. Ele várias vezes me pediu desculpas por me ter deixado sozinha, penso que percebeu, eu acho que ele me entende sem que tenha de falar, é como se fosse transparente para ele... Depois dum primeiro momento (após a gala) assim estranho tudo voltou a ser como era.
Eu estive com o coração apertado e com uma sensação estranha e incómoda na barriga como já se tem tornado hábito com ele, não consigo perceber, é tão estranho e tenho-o sentido frequentemente nestes últimos dias. Ele deixa-me encantada... é um verdadeiro príncipe. (que raio de lamechice!) Voltei a casa apenas às 6h quando já o dia ia alto. Custa tanto sair do seu regaço!


Hoje tenho de me dedicar ao estudo porque não tenho feito nada e bem preciso!

1 comentário:

  1. Be happy e bom estudo. Estou a acompanhar essa historia de amor

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!