Pesquisar neste blogue

domingo, 12 de junho de 2011

O sábado!

Estive o dia a estudar (desde as três apenas mas pronto) até que ele chegasse. Tínhamos combinado para as 18h mas já passavam das 19h quando ele chegou e desculpou-se ao longo do tempo que estivemos juntos. Ficámos cá por casa a ouvir música e jantámos aqui também. Ainda eram 23h quando acabámos de jantar e decidi que podia sair ainda uma horinha... Acabou por ser mais tempo !? Como é que eu esperava que não fosse assim? hehehe mas acho que não teve muito mal.
Saímos já deviam ser 23.30h ou mais e fomos até Oeiras à feira que lá havia ter com uns amigos dele. Queríamos andar em carrinhos de choque e tinham-nos dito que lá havia, esqueceram-se foi de avisar que eram dos pequeninos, para crianças! Mas nós andámos na mesma... já lá estávamos e tínhamos lá ido por isso. Então éramos nós, que mal cabíamos nos carros, no meio das crianças felizes e contentes! Acabou por ser engraçado, que grande figura!
Depois petiscámos e viemos embora. Ainda passámos no MacDrive e trouxemos um Sunday delicioso... Era pouco depois das 2h quando ele me deixou. Ainda estive a ver alguma coisa do estudo e fui dormir!


Fiquei triste por ele só ter chegado tão tarde quando já tínhamos pouco tempo. Agora que o "deslumbre" inicial se está a desfazer é que poderei ver se ficaremos juntos ou não... Gosto muito dele, isso é certo. Mas também tenho cá um feitiozinho difícil! Há coisas que nem eu compreendo em mim e já nem sabia o que era isto. Incrível como, na relação com os outros, nos descobrimos.
Hoje temos jantar na casa da J. com as meninas da minha outra casa (algumas), vamos ver como tudo corre! 
Ontem, depois de ter vindo tão tarde (porque estava com a família, é justificado mas o que querem?! Sou mesmo lixada!), quando saímos da feira ele disse que podíamos ir para o mesmo lado que os amigos e, à custa disso, demos uma volta enorme até chegarmos ao carro. Não é que me importe mas parece que assim não posso confiar totalmente no que ele diz e ficar descansada...

1 comentário:

  1. Tem calma, ninguém é perfeito, tens de buscar o que de melhor ele tem, e há medida que o tempo passa temos tendencia a querer mais e melhor.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!