Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 23 de junho de 2011

É noite de São João

Eu podia sair (porque até tenho folga de exames para já) e aproveitar a noite mas estou em casa e a vontade de fazer o que quer que seja é NULA.


Desde que regressei a Lisboa é o primeiro dia em que não saio de casa e o segundo em que não estou com o G. (ontem foi o primeiro).
Ontem o dia até se passou bem porque tive exame e andei ocupada mas hoje já me está a custar tanto...e só amanhã à noite é que estamos juntos.
O dia de hoje não tem sido fácil, estou sem vontade de fazer nada, com uma moleza tremenda, é um daqueles dias em que só apetecia não ter saído da cama. E como sei que não o posso ver e ele está a trabalhar, por isso não me pode dar muita atenção ou falar comigo, sinto-me sozinha e é triste. Nem quero pensar como será o Verão em que estaremos separados dois longos meses quando eu for para casa. E já falta tão pouco para isso, estamos na recta final dos dias que temos juntos ainda... Aiiiii! Que aperto tão grande.
Sinto muito a falta dele, já faz parte do meu dia vê-lo, ele alegra-me o dia, dá cor às horas...
O dia hoje foi tãaaaaaaaaao comprido, as horas pareciam não passar.
Preciso dele para me fazer rir e deixar alegre, ele tem esse dom natural e isso é único e óptimo, fantástico, além de me fazer sentir muito bem e à vontade porque partilhamos imensos gostos e normalmente temos as mesmas opiniões e vontades, estamos quase sempre de acordo e é fácil e natural um de nós falar pelos dois porque é capaz de adivinhar o que o outro quereria ou decidiria, acharia...
Isto nunca me aconteceu com ninguém, aliás, desconhecia a existência de tão feliz combinação! Mas estou muito feliz por a ter descoberto com ele.


1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!