Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

News


O primeiro dente já lá foi. No seu lugar deixou muitas dores e alguns pontos, fome porque não consigo comer e um dia difícil, portanto. Espero, muito sinceramente, não ter de tirar mais nenhum.
Quase quis desistir quando estava a "ser preparada" para a cirurgia, não queria, tive medo (eu sei que pode parecer ridículo mas imaginava as dores e como aquilo seria complicado...enfim!).
Acreditam que o meu médico, que é o mesmo desde que nasci, tinha o mesmo perfume do meu querido? Quando me chegou aquele cheirinho familiar e acolhedor sentir um afago no coração, foi um aquecer de alma, senti-me, por breves instantes, junto dele e um conforto, aconchego inexplicáveis.
Como sinto a falta dele, bolas! Custa-me tanto! Mal vejo a hora de poder abraçá-lo e estar juntinho ao seu peito.
Estes últimos dias foram um turbilhão de coisas na minha vida. Estive o fim de semana (desde sexta a domingo) a trabalhar num festival e tive exame ontem de manhã (tendo de levantar muito cedo depois de deitar tarde por causa do trabalho - logo, muito poucas horas dormidas - e tendo estudado muito pouco uma vez que estive a trabalhar o fim de semana todo). Não tive tempo para nada.
Felizmente, o pior já passou e fiquei aprovada no exame teórico de condução, já só falta o de condução, que também já está marcado (depois de alguns contratempos - para ir a tempo de terminar antes de acabarem as férias tive de pagar mais para que o requerimento desse entrada como urgente!) para princípio do mês, antes de ir embora.


Hoje foi a cirurgia mas amanhã, pela primeira vez desde que comecei as aulas para a carta, não terei de ir à escola e ficarei por casa, se tudo der certo a tentar recuperar do estado em que tenho a boca e do cansaço acumulado há dias e semanas.

E que têm vocês para me contar? Quero saber tudo!

2 comentários:

  1. Aii minha linda , tu nem me digas isso ! Em breve vou ser eu a arrancar um dente do siso , e há semanas que já nem durmo direito a pensar nisso . Não sei porquê , sinto medo , embora já tenha arrancado outros dentes , e toda a gente me tente dizer que não doi tanto assim , só para me consolar . Mas deve ser horrível , principalmente o dia seguinte , em que não se consegue comer nada com as dores :/

    ResponderEliminar
  2. É assim, depende de cada pessoa e de como temos os dentes. Eu ainda tenho mais dois e não queria ter de os tirar, não tanto pelas dores mas pelo incomodo. Eu adoro comer e custa-me muito não poder comer TUDO o que vejo/quero. Porque não se consegue. O dia seguinte doeu-me menos, o dia em que tirei é que foi o pior porque tive muitas dores. Depois é recuperar. Há alguns cuidados mas nada de especial. O melhor é que nos aconselham a comer coisas frescas, nada quente (às vezes é difícil - sopa, café...) e podemos (e devemos) comer muitos gelados que foi do que mais comi uma vez que ajuda à cicatrização...
    Beijo

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!