Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

I am!

3 comentários:

  1. Se permites dar a minha opinião, tenho seguido os teus blogs há meses. São blogues de rapariga mas segui por a história me ser muito familiar. No início disse que o fim não iria ser o melhor, por isso mesmo, por já ter visto este filme. É complicado quando algo uma relação não começa bem. Pelo que percebi, tu tinhas vindo de uma relação complicada e este GT surgiu no momento certo para te amparar. Foi querido, um amigo, um grande companheiro de todas as horas. Fascinou-te pela tua maneira de ser mas simplesmente não te curou. Não te curou porque por mais que aches que o que queres para a tua vida é alguém assim como ele, o que no fundo precisas é de alguém como o anterior. Alguém que te marque, te dê luta, te faça ter raiva, desejar, que mexa contigo nas coisas boas e más, que te faça sentir viva! Não esqueceste o anterior rapaz... Posso até estar errado em todas as palavras que aqui disse.. mas é o que acho.

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelas tuas palavras e opinião.
    Se calhar tens razão, só o tempo o dirá mas o que acho é que tenho de te dar razão até certo ponto quanto ao GT. Mas quanto ao anterior, já passou, está esquecido e ultrapassado. No máximo posso querer algo como o que um dia cheguei a ter e sentir com ele mas nunca a "ele". E com o GT não está a correr bem porque eu ainda não estava curada de tudo o que me magoava e não estou, isso reflecte-se em mim e é por essa razão que não me sinto bem nem preparada para ter qqr relação neste momento. Porque ainda há muita ferida aberta... Mas o que se passou é que algumas pessoas já passaram na minha vida desde o fim do meu namoro com o RN e são pessoas muito importantes para mim, daí terem mexido comigo (já o tinham feito no passado)...

    ResponderEliminar
  3. Se este rapaz fosse a pessoa que realmente precisas na tua vida, as feridas pouco importariam.. irias nem que fosse a rastejar.. nem as sentirias! Há pessoas que nos fazem passar tudo, esquecer tudo, largar tudo! Pode ser muito querido, amigo e tudo mais mas, simplesmente, não é dessas pessoas..

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!