Pesquisar neste blogue

sábado, 1 de outubro de 2011

Da incompreensão

De como me aproximo do teu peito e me encosto.
De como procuro o teu braço para sentir-me junto a ti porque isso me faz segura.
De como sentir-te me traz serenidade.
De como um abraço me dá calma.
De como saber que estás lá me faz bem.
Não sei explicar, não compreendo, eu própria, mas é o que o coração me faz fazer quando estou a teu lado. E o que me acalma o espírito estar contigo!?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!