Pesquisar neste blogue

domingo, 20 de novembro de 2011

E se não fosse um sonho?

Esta noite/madrugada (uma vez que me deitei às 5h da manhã) sonhei que o G. estava interessado numa outra mulher. Eu dava-lhe conselhos, palpites e força para ir em frente e conseguir estar com ela. Estava muito feliz por ele e dei-lhe um beijo ternurento na bochecha. No mesmo instante, fiquei super comovida e encheu-se-me a alma de uma tristeza sem fim por não ser eu a poder viver um amor a sério com aquele homem fascinante. Não me contive e rolaram umas lágrimas. Acordei com os olhos cheios de água e triste.


Contei-lhe mal acordei e ele ligou-me a dizer que o seu coração era só meu e pouco tempo depois passou aqui comigo. Depois de um abraço apertado disse-me "Eu gosto de ti mesmo a sério e não vou desistir facilmente". Eu queria que ele gostasse de outra pessoa porque eu não gosto dele como ele de mim, queria que ele fosse feliz ao lado de quem o amasse de verdade porque ele merece. E tudo o que mais quero é o seu bem. Mas a verdade é que não sei como iria o meu coração lidar com uma situação dessas. O meu coração anda feito estúpido a fazer o que bem entende e lhe apetece sem me dar uma única explicação ou satisfação. Desgovernado. Não faço nada dele. Nem sei. Mas eu queria muito que ele se apaixonasse por alguém decente, que o merecesse e o amasse na mesma medida fazendo-o feliz. Era o que mais desejava para ele!

3 comentários:

  1. Realmente já não se manda no coração :3 olha não ligues aos sonhos; eles são só devaneios da alma --'

    ResponderEliminar
  2. certamente esse teu sonho , indica alguma coisa , e aí está o que tu dizes " Mas a verdade é que não sei como iria o meu coração lidar com uma situação dessas. " é apenas um medo que está aí espalhado e decidiu revelar-se.

    ResponderEliminar
  3. se calhar no fundo no fundo não estás preparada para essa situação...:)

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!