Pesquisar neste blogue

domingo, 6 de maio de 2012

À minha

Mamã...


Aquela que faz tudo por nós. Que dá o seu melhor. Que se esforça e luta. Que aguenta e suporta. Que está sempre do nosso lado - para o bem e para o mal. Que nos critica e dá na cabeça mas que também nos conforta e consola, que se orgulha de nós e fica feliz com um sorriso. A melhor, sempre.
Obrigada por teres feito de mim quem sou. Obrigada por TUDO.
Gostava muito de estar hoje do teu lado, ainda mais numa fase como esta, para todos nós, mas não posso, mais uma vez. Mas estás sempre comigo, no meu coração e pensamento. Preocupas-me, tenho medo do que te possa acontecer e deixa-me triste estares nesta situação e sozinha. Mas eu estou sempre contigo, para onde quer que vá e onde quer que esteja, levo-te sempre comigo.

Hoje és mais uma irmã que uma mãe. Sinto que eu é que tenho de cuidar de ti, quase que os papéis se inverteram e sou eu a mãe. Mas é normal, privaste-te de viver muita coisa, na altura em que era suposto as teres vivido, não fizeste muita coisa, estás numa vida nova, num recomeçar de novo que nunca viveste, que nunca tiveste de enfrentar. Por vezes pareces uma autêntica criança e eu sei que sou eu que te tenho de chamar à atenção e realidade, faz sentido. Não foste criança e também não me deixaste ser. É mais um dos legados que me deixaste...

Vai tudo correr bem, só tem de correr. Força, por favor e não deixes de lutar, não desistas ou desanimes por favor! Tu mereces e vais conseguir ser feliz.

Amo-te!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!