Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Que assim seja!


A memória mais querida que tenho da nossa primeira ida à praia juntos é a forma como entrei na água. Eu sou uma maricas com a água fria e custa-me sempre entrar no mar. Ele teve, como sempre tem, paciência para mim e percebeu-me. Então carregou-me nos braços para o mar, eu apertei-me contra o seu peito o mais que pude ao início, com medo da água gelada mas passados uns instantes deixei ir a tensão e o calor dos nossos corpos deu-me coragem para enfrentar o medo. Assim consegui molhar -me aos poucos sem hipótese de fugir. 
Afinal tem sempre sido assim. Por mais medos e receios que tenhamos, eu, ele, os dois, é a nós que vamos buscar a força para enfrentar tudo e todos, juntos. É a nossa união que nos dá coragem para avançar. Passo a passo, de mão dada. 

3 comentários:

Muito obrigada pelas tuas palavras!