Pesquisar neste blogue

sábado, 23 de junho de 2012

Mais uma ótima notícia

Digna de me tirar o sono e deixar em lágrimas de desalento, sem saber sequer o que pensar, quanto mais o que fazer. Depois de tudo. Ela entregará a casa. Já no fim deste mês. E eu não sei sequer onde ficarão as minhas coisas TODAS que lá estão. Muito menos sei onde ficarei agora quando voltar em Julho (uma vez que fico em Lisboa quase até ao fim do mês ainda). E o G. já tinha decidido entregar a sua casa no final deste mês, já começou a tirar de lá as coisas e passará o verão em casa dos pais, poupando duas rendas (no mínimo) e procurando uma casa maior.
Depois de ter dado tanto àquela casa, de ter perdido ali tanto tempo, de lá ter posto tanto e tudo, ela decide, passados 4meses, deitar tudo pela janela fora, deixar tudo e seguir a sua avante. Juro que não compreendo, juro que não sei o que é suposto eu fazer, como devo agir nestas circunstâncias...
Onde é que é suposto eu ficar quando voltar a Lisboa dentro de 2semanas? Debaixo de uma ponte?! Sabendo ela disto tudo... Não entendo o que se passa naquela cabeça, só posso acreditar que não está bem!


Não tenho mais forças, sinto-me destroçada, verdadeiramente. 

Não sei mais o que fazer, o que devo pensar...nada! Sinto-me completamente perdida, desamparada. Já não bastava ter de andar sempre de um lado para o outro, em correrias, com prazos, dias contados, "validade", sempre sem me sentir verdadeiramente confortável... tendo tantas casas e não tendo nenhuma efectivamente. Sem nada a que possa chamar "meu". Desde que vim para a faculdade. O que mais quero, desde aí é alguma coisa, um cantinho, o que fosse, que pudesse sentir e chamar "meu"...é assim tanto o que queria/quero?!


Se souberem de algum T1/T2 económico em Lisboa por favor avisem, seria uma grande ajuda! (para o G.!)

2 comentários:

  1. Vê se podes cá deixar (no sítio do costume) as tuas coisas durante o Verão. À partida voltas para cá em Setembro, certo? E informa-te sobre o alojamento temporário, deve ser mais barato do que pagar rendas (e respectiva caução).

    ResponderEliminar
  2. Obrigada! O meu único problema é que fui simplesmente informada das coisas. E estando longe, como posso resolver o que quer que seja? Nem responder ou fazer-me ouvir consigo com ela... Nem se digna a responder-me depois de uma mensagem que me informou do que quer/vai fazer.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!