Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Não demores por favor


Porque a dor da tua ausência é tão grande, ocupo os meus dias a preparar a tua chegada.
Porque me fazes uma falta tremenda, sacio-me na lembrança de ti.
Porque só tu me importas, sossego a angústia nas tuas palavras.
Porque já não consigo estar sem ti, não atrases o teu abraço.
Porque és o meu porto seguro, o meu equilíbrio, acalma-me a alma.
Porque preciso de ti como de água num deserto, não demores por favor, vem depressa!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!