Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Domingo 12 de Agosto


...ele foi-se embora.

O sábado foi mais um dia de loucos. Depois de uma sexta a ir para casa às 2h, no sábado queria ir-me embora às 23h (suposta hora a que saia, mas nunca sai) para ainda poder estar com o G. antes de ele se ir embora e ir pô-lo ao aeroporto já que ele viajava de manhã bem cedo. As coisas não correram como esperado. Ele esteve com o meu pai por lá muito tempo mas eu demorei-me e eles acabaram por ir embora sem mim. 

Só de lá sai por volta das 4h e ainda fui por o boss a casa (que estava bêbado), não sem antes ir comprar tabaco ao de judas! Fiquei eu com o carro dele. Voltei e fui logo ter com o G. que me esperava à horas...estivemos finalmente juntos até ele ir-se embora. Primeiro nos braços um do outro no silencio e escuro do apartamento onde ele ficou nas férias, depois fechámos malas e enfia-mo-las no carro (pequeno) e fomos para o aeroporto cedo não querendo correr riscos. 

O seu voo era às 7.30h mas despachá-mo-nos por volta das 6h e eu fiquei pelo menos mais uma meia hora lá. Acabámos por nos chatear e despedir-mo-nos assim...eu tinha mesmo de deitar-me urgentemente. Estava a pé há horas perdidas e tinha o carro do meu patrão, o que implicava que estivesse a pé bem cedo para ir buscá-lo a casa. Conclusão: dormi sensivelmente 4horas! Das 7h às 11h. 

Deixei-o ir e voltei a casa exausta, triste e chateada. Não estava a dar-me conta (porque àquela hora e depois de tanto não conseguia estar no melhor da minha noção e consciência de tudo) da amplitude daquela despedida mas trazia no peito um vazio que me tem ocupado todos os instantes "livres" de trabalho e preocupações que não são minhas (mas relativas ao trabalho que tive). Agora que já acabou (o trabalho e ocupação) é que vão ser elas!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!