Pesquisar neste blogue

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Escapadinhas de amor

Os nossos dias têm sido assim preenchidos: com bocadinhos passados juntos. Escapando-se, quase sempre ele, entre os mil e um compromissos e afazeres para "me vir dar um beijinho" e assim poder ver-me e estar comigo ao longo do dia. Os nossos horários são ambos preenchidos e não tanto assim compatíveis por isso somos obrigados a fazer uma grande ginástica para esticar o tempo livre um com o outro. 

Ainda agora estava à sua espera mas ficou preso no trânsito (greve de transportes + jogo do Benfica = porcaria) e ligou-me a avisar que não sabe sequer se vai ainda a tempo da sua aula, quanto mais de vir ter comigo da maneira como aquilo está. Que seca pra ele, imagino. E assim já não o posso ver até à meia noite...
Temos passado algumas noites juntos (desde sexta que não durmo em casa, por exemplo) e apesar de adorar não quero que se torne regra mas são as únicas alturas em que podemos estar juntos já que, na hora de dormir, não temos coisas para fazer nem nada marcado aqui ou acolá.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!