Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Não, ainda não me fui embora

Esta semana, segunda foi dia de exame e quarta também.
Foi particularmente difícil uma vez que o corpo e (principalmente) a cabeça já acusam o cansaço acumulado de quase um mês de exames mas já falta pouco. Hoje fui trabalhar um par de horas e segunda a dose repete-se - tem de ser para juntar alguns trocos!
Na terça terei o próximo e último deste semestre pelo que não me posso desleixar e tenho de manter-me até na recta final.

Continuamos a passar os dias em autênticas maratonas (ou serão provas de obstáculos?!), estamos cada vez mais preparados e altamente treinados para sair de casa a correr, com tudo para o dia inteiro, incluindo vários lanches e refeições que, na maior parte das vezes, são feitos no carro, sempre a caminho de alguma coisa. A parte boa é que se um dia tivermos de salvar vidas já andamos a treinar (e muito) para isso! Hehehe


Lá de vez em quando tudo isto custa mas custa mesmo muito, um custar que chega a doer. E "é injusto" pensamos. E quase nos deixamos ir abaixo. Já percebi que é normal, que é reacção necessária do organismo, por tudo aquilo pelo que o fazemos passar. Mas depois passa, um dia menos bom, umas horas "com a macaca", uns amuos aqui e ali, ora um, ora outro mas depois o coração lá volta a sossegar.

Nos entretantos fizemos mais 7 meses de namoro e já preparámos um mimo (para nós mesmos) para o dia dos cupidos. 
Até o próximo e último exame posso adivinhar maratonas extra uma vez que se mete o meu aniversário pelo meio (sábado) e um jantar a preceito (espero).


Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!