Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Nem tudo é mau


Pois que ontem foi dia de vender o carro do G.
Já estava à venda há algum tempo porque era uma despesa que custava suportar e, com a notícia da prenda do meu pai, era a altura ideal. Porque desde que ele começou no novo trabalho o usa muito menos e um carro como aquele, quanto mais tempo ficar parado pior fica. Porque deixou de ser bom para nós e felizmente conseguimos dar um passo à frente no que aos carros diz respeito (graças à prenda que recebi)! 
Foi vendido a uma nova família, a quem fazia mesmo falta e que concerteza lhe dará o uso que merece e isso deixa-nos contentes! O negócio foi feito em 3/4 dias e isso foi muito bom para ele (que já tem destino para o dinheiro quase todo) e para nós porque ter dois carros é para gente muito rica. Agora o objectivo é conseguir deixar algum de parte. Eu acredito que ele vá conseguir e não podia estar mais feliz por ele, porque sei o que esta pequena (grande) mudança significa na sua vida!

1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!