Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Enfim sós!

Foram dias muito atarefados, ocupados e preenchidos. Cheios de gente à nossa volta, de pessoas diferentes, que já não víamos há algum tempo, algumas que nunca tínhamos visto, outras que sempre conhecemos. Com direito a longos passeios, pequenas viagens, a almoços, jantares, lanches e pequenos-almoços diferentes e especiais, sempre acompanhados. Soube mesmo bem ter a casa cheia, "todos os quartos com seres vivos dentro", serões animados, passeios com direito a gargalhadas até mais não, percalços pelo caminho, maratonas (porque o tempo, esse maroto, sempre escasseia), experiências novas e aventuras.

O G. teve uma semana de muito trabalho também e isso fez com que o pouco tempo que podemos passar juntos durante a semana tenha sido ainda menor, a juntar ao facto dos fins-de-semana terem sido passados acompanhados, com planos e desejos alheios a satisfazer, acabámos por não ter tempo para nós. É nestas alturas que eu me convenço que não há maneira de não vivermos juntos, caso contrário, pura e simplesmente não nos veríamos durante dias a fio.

Foi muito bom estarmos com mais pessoas, ainda para mais pessoas tão especiais, que nos trazem tanta coisa maravilhosa, que nos enchem o coração e aquecem a alma. Adorámos e queremos muito receber amigos e familiares aqui em casa, aliás, foi uma das principais razões para nos mudarmos. Mas estas duas semanas foram "dose" - é que acabou por ser muita gente concentrada em tão pouco tempo. Feitas as contas foram seis/sete pessoas a povoar a casa (ainda que só cinco tenham cá pernoitado)!



Só espero que esta semana seja mais tranquila quanto ao seu trabalho e possa vir para casa mais cedo do que nos últimos dias, para cuidar de mim que também preciso de quem me cuide e não há quem o faça como ele. Agora que passámos estas duas semanas frenéticas damos o valor ao que é estarmos apenas e só os dois. E é tão bom! Não tem preço, na verdade. É caso para dizer: enfim sós!

2 comentários:

  1. Deve ser mesmo muito bom :) cada vez mais tenho o desejo de viver com o meu namorado. Há uns meses que agora só podemos estar juntos aos fins de semana e ainda este estivemos sempre com pessoas, ou seja, quase que nem tivemos tempo de aproveitar momentos a sós e saber que possivelmente só volto a estar com ele daqui a duas semanas custa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz toda a diferença, bem sei! Já tive um namoro assim e custa tanto estar longe :(

      Eliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!