Pesquisar neste blogue

domingo, 28 de dezembro de 2014

30 meses


Hoje comemoramos 2 anos e meio de namoro. Este não podia deixar de ser o Natal mais especial de sempre, por tudo o que ele trouxe, por tudo o que de novo veio com estes dois anos e meio lado a lado, cada dia mais, um do outro.
Este foi o meu primeiro Natal longe de tudo aquilo que sempre conheci, longe daquilo que para mim sempre foi "o Natal". Mas foi também o nosso primeiro Natal, apesar das condicionantes com ele relacionadas. A primeira vez em meia dúzia de anos em que "Natal" não foi sinónimo de "fazer malas", "entrar e sair de aviões" e outros que tais. O primeiro Natal longe da minha família, da minha irmã, do meu pai e da minha avó, mas o primeiro em que estamos realmente juntos, em que podemos dizer que temos "a nossa árvore", "a nossa casa", em que acordámos e nos deitámos na mesma cama, juntos. E isto, apesar do preço que teve para mim, ainda assim, mesmo tendo sido um Natal muito triste, é aquilo que me faz sentido porque tu e eu já não somos dois, somos, cada vez mais, só um.
E, afinal, este Natal significou muito mais do que mais um: foi o primeiro contigo, foi o primeiro em que pudemos trocar as prendas a 24, depois da missa do galo, a primeira juntos também, é o primeiro em que vivemos juntos, foi o mais quentinho apesar de ser o mais frio, porque o meu coração esteve cheio de ti e trouxe-nos mais uma data para celebrar - esta.

1 comentário:

Muito obrigada pelas tuas palavras!