Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Ando com saudades tuas


Sim, vemo-nos todos os dias. Sim, moramos juntos. Sim, durmo contigo. Mas sim, também sinto a tua falta. Porque afinal passamos o dia apartados e tu só chegas ao final da tarde, cansado e ainda me dás uma mãozinha ao jantar. E num instante jantamos e já estás a adormecer no sofá. E eu tenho de trabalhar mais um bocadinho, por mais que não apeteça. E assim se passam os dias sem quase darmos por eles. 
Ontem ainda achava que era segunda-feira. Com os últimos dias tão preenchidos ainda mais depressa o tempo passa. 
Não há nada a fazer...ando com saudades tuas. E isto só acontece porque te quero tanto, porque és a minha outra metade e porque me fazes feliz. 

2 comentários:

  1. Percebo-te perfeitamente. Ainda não moro com o meu namorado, mas vemo-nos todos os dias. E ainda assim há dias em que tenho mesmo saudades dele... Os dias passam tão depressa, quase sem darmos por eles, e às tantas o tempo que aproveitamos realmente e pouco, muito pouco. Safam-nos os fins-de-semana, para irmos matando algumas dessas saudades.

    ResponderEliminar
  2. Sei nem o que isso é. Mesmo estando com o meu marido quase 24h/dia há alturas em que o trabalho, o cansaço, fazem com que seja pouco o tempo realmente passados «juntos». Mas ainda bem que há saudades!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!