Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Boa sexta-feira!!!

No rescaldo do final da primeira semana de férias dele posso constatar várias coisas. De entre elas que, apesar de levar algum tempo a habituar-me a tê-lo quase sempre comigo, a não passar quase tempo nenhum sozinha, é tão bom tê-lo!!! A lista de coisas a fazer ainda tem muita coisa em suspenso mas ele já iniciou os trabalhos, nomeadamente a pintar a cadeira e banqueta do nosso quarto (que há meses esperavam por isso). Não é nada fácil tê-lo ao meu lado o dia todo e ser obrigada a trabalhar, a tratar de mil coisas e, por isso, andar com um humor de cão, já que nem podemos ir passear o dia todo e aproveitar as suas férias e os dias bonitos. Enfim, tê-lo por perto mais tempo já é muito bom...


No início da semana quando fui à faculdade bati com o nariz na porta porque estava fechada. Sem aviso prévio, pelo menos que tenha chegado ao meu conhecimento, estará fechada até dia 17. Ora, se eu tinha de entregar a tese no dia 14 que era o último dia útil em que (embora me obrigasse a acelerar os trabalhos para tê-la pronta a essa altura) estava cá antes de ir de férias agora está completamente fora de hipótese porque a faculdade está fechada, logo não recebe teses. Ontem falei com o meu orientador que também não me soube esclarecer quanto a isto mas diz-me que eu preciso de lhe enviar pelo menos com uma semana de antecedência as alterações (toda a tese) para ele rever e indicar-me novas alterações. Bem, se o prazo para entrega é segunda-feira dia 17 e ele tem de ter uma semana para a ver, tinha de já a ter enviado mas, no estado em que ainda está a coisa, só segunda-feira é que é realista conseguir entregá-la.

Ontem fui ao escritório e, como sempre, gostei muito. Sinto-me sempre bem quando lá vou ou estou e isso não tem preço, não há nada mais importante para mim nesta fase. O G. foi pôr-me e buscar-me e quando saí, com o meu patrono, finalmente pude apresentá-los já que o G. estava à minha espera no carro, à porta. Pode parecer tonto mas é importante para mim terem-se conhecido porque afinal é graças ao G. que eu tive a oportunidade de conhecer o meu patrono e eles nunca sequer se tinham visto. 

Tínhamos sido convidados para ir passar o fim-de-semana com amigos e achámos que conseguíamos ir mas postas assim as coisas é impossível e lá tive de desmarcar à última hora. Além disso, hoje temos um jantar com outros amigos ao qual ainda não consegui decidir se hei-de ir ou não... A prioridade é a tese e deixar a capital no fim-de-semana roubava-me imenso tempo e energia, ir jantar esta noite já é diferente...logo veremos. A irmã do G. vem cá almoçar hoje connosco. Não é por má vontade que acho isto, quem me dera ter disponibilidade para estar com toda a gente e passear e tudo mais mas parece que quanto menos disponibilidade tenho mas coisas interessantes surgem para fazer, é tudo ao mesmo tempo e com um péssimo sentido de oportunidade!


Agora tenho de me mentalizar que tenho de empenhar na correcção da tese o meu esforço máximo possível. Não está fácil, sinto-me cansada e meio desfocada mas tem de ser. Só depende de mim e de mais ninguém e já faltou tanto mais...!

1 comentário:

  1. Fico muito feliz por ler que está quase quase!! Mesmo :) Mas nisso tens toda a razão: parece que quanto menos disponibilidade temos, mais coisas giras e mais oportunidades aparecem... Enfim, agora foco na tese, despacha isso... e depois terás muito mais disponibilidade para isso! A minha não será para já... mas espero em Dezembro livrar-me dela. Beijo!!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!