Pesquisar neste blogue

domingo, 6 de setembro de 2015

"Férias"


Não posso, com franqueza, dizer que tenho férias no verão porque apesar de, na teoria, as gozar, na realidade invento sempre de trabalhar, de arranjar maneira de ocupar-me tanto ou mais do que durante o resto do ano... Já não me lembro há quantos anos é assim mas sempre trabalhei e estive muito atarefada nos meses de descanso. Este ano senti particularmente que não tive oportunidade de parar um segundo. Apesar de não ter conseguido trabalhar como se tornou costume, ando de volta da tese há que tempos e isso obrigou-me a adiar as nossas férias. Na esperança de estar livre da dita, viemos de férias mais tarde e menos tempo mas ainda assim não serviu de muito. As alterações têm de ser feitas e não serviu de muito ter esperado para vir a casa. O tempo voou nas últimas semanas e sinto que não pudemos gozar. Nem à praia fomos senão uma única vez!!! Fizemos um esforço para estar com o máximo de pessoas possível tanto que na última semana em que o G. esteve cá todos os dias tivemos jantares em casa de alguém. Mas soube a pouco e é triste porque regresso à capital com o coração apertadinho já com saudade. Foi bom estar com os nossos mas foi muito pouco tempo. Este ano continua a ser exigente para mim, depois do Natal longe, nem dei pelo Verão passar e agora estamos quase no fim do ano novamente... 
Além do que sinto pessoalmente não consigo evitar pensar que também o G. foi prejudicado nas suas férias por minha culpa. Não fui a companhia que ele merecia, não estive disponível nem disposta e ele teve de se adaptar às minhas necessidades também. Custa-me que ele não tenha tido o descanso merecido e essa é mais uma das minhas preocupações.
Não quero estar-me sempre a queixar ou lamentar porque tenho consciência de ser abençoada mas nunca me custou tanto estar longe de casa. Oh ano difícil! Ando carregada de preocupação e sinto que carrego uma nuvem cinzenta em cima da cabeça que me impede de relaxar e aproveitar... Daí-me força Senhor!

2 comentários:

  1. Realmente não foi muito bom, mas pensa que o esforço valerá a pena e para a próxima será bem melhor! Quem sabe depois da tese não podes arranjar um fim-de-semana a 2 para compensar algum tempo perdido :)

    ResponderEliminar
  2. Mas vê por esta perspectiva: vais despachar isso daqui a nada e depois disso, nas próximas férias, já podem aproveitar como deve ser!! E por que não, depois de teres a tese entregue e defendida, passarem um fim-de-semana fora? Bem sei que não é exactamente a mesma coisa, mas tenho quase a certeza que iam aproveitar bem e conseguiam descansar um bocadinho!! :) Beijinho grande e... força!!!

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!