Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Isto é que têm sido dias!

  • Sexta foi dia de ir ao ginecologista. Mulher sofre, há lá coisa mais constrangedora?! Mas estava tudo bem e sai de lá depressa. Fui para o escritório à tarde, com uma peça pronta para ser enviada. O meu patrono reviu-a, indicou-me alterações a fazer e só não seguiu naquele dia porque faltava-nos um documento do cliente. Deu-me outra coisa para fazer, também para segunda e vim com trabalho de casa para o fim-de-semana. Terminámos o dia a lanchar bifanas num sítio ali perto, a seu convite, para um final de tarde feliz. Regressei a casa para uma noite sozinha.
  • No sábado fui ver o meu vestido novamente. É tão bonito que a minha vontade era ficar com ele vestido ou, sei lá, já ser dia de me casar. Ainda está enorme, só será apertado um mês antes do casamento e por isso nem dá para ver como fica verdadeiramente mas fui vesti-lo para o mostrar a uma amiga e confirmei o meu amor por ele. A minha amiga também saiu de lá com um vestido lindíssimo para levar ao meu casamento. Fomos para casa dela e estivemos a conversar durante horas, arrumando coisas para ela se mudar de vez para casa do namorado e deixar aquela casa. Fui para casa trabalhar. O homem chegou-me só pelas 19h a casa e fomos até casa de uns amigos nossos fazer serão até tarde, depois de jantar. Sabe sempre tão bem estarmos com pessoas que nos são queridas e por isso foi um belo serão de cartas e conversa.
  • No domingo estivemos por casa, fomos ao café com outro casal de amigos nossos à tarde e passámos a noite em festa, no aniversário de uns primos meus. Foi dois em um, um deles fazia anos no domingo e o outro na segunda, então esperámos pela meia noite e cantámos os parabéns ao segundo, depois de termos celebrado os dois em conjunto. Estávamos em família, fomos muito bem recebidos e aproveitámos para entregar alguns convites. Também sabe muito bem estar em família, sem pretensões, sem segundas intenções, é sempre tão bom podermos partilhar com aqueles que são família momentos de celebração.
  • Segunda fui para o escritório e foram enviadas duas peças feitas por mim. Claro que foram corrigidas e orientadas pelo meu patrono mas soube muito bem ter sido eu a responsável por aquele trabalho, ter-me sentido útil e ainda mais tendo um feedback positivo da parte dele. Foram as minhas segunda e terceiras peças, já falta pouco para Julho e por isso, tenho de me despachar com as que me faltam. 
  • Terça fui a uma nova agência de figuração tirar fotos para que ficassem comigo na base de dados deles e para ver se tenho mais trabalho. Fui a tribunal depois de almoço e acabei a tarde numa oficina! O meu carro precisava de trocar pneus, alinhar direção e calibrar as rodas. Foi um desgosto deixar lá tanto dinheiro (150€) mas se tinha de ser o que podia eu fazer? Fomos jantar a casa de uma amiga que fazia anos e foi mais um serão bem passado - mas desta vez era bem clara a diferença de condições a que estamos daquele grupo.
  • Hoje espero um dia mais calmo, a tratar de assuntos pendentes e relacionados com a gestão doméstica. Temos mais um aniversário esta noite, em casa dos nossos amigos, surpresa para o aniversariante.

Amanhã vou ao escritório e sexta tenho uma formação. Com uma semana preenchida (graças a Deus que assim é!!!) sabe bem ter um dia mais calmo a meio da semana para uma pessoa se conseguir organizar. Mas por mim podem ser todas as semanas assim cheias, que é o que eu preciso. De preferência com mais idas a tribunal e ao escritório que tão bem me sabem.
Este tempo é que já dava tréguas e se decidia o que quer para si. Ora dá calor e dias húmidos, ora dias cinzentos de chuva, ora dias ventosos e abafados! No mesmo dia é capaz de fazer todas as estações do ano e os diferentes climas. Não há paciência! Eu tenho estado desde a semana passada em que fiquei doente, ora sem voz, ora com tosse, sempre com pingo no nariz. E não há maneira disto passar senão com o tempo, pelo que só me resta esperar.

Boa quarta-feira e continuação de uma boa semana!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!